parte 2 parte 2 parte 2
MENU

  • POR QUE MEU PACIENTE N√ÉO LIMPA OS DENTES? ALGUNS DETERMINANTES DOS COMPORTAMENTOS DE HIGIENE BUCAL

    Autor: Mariana Amaralpor-que-meu-paciente-nao-limpa-os-dentes?-alguns-determinantes-dos-comportamentos-de-higiene-bucal

    A sa√ļde bucal faz parte da sa√ļde global do indiv√≠duo, e parece claro para todos que √© essencial cuidar da higiene desta regi√£o t√£o importante do corpo humano. Problemas odontol√≥gicos como c√°ries e canal s√£o amplamente conhecidos, e a necessidade de escova√ß√£o di√°ria e uso do fio dental tamb√©m. Por√©m, mesmo tendo acesso a este conhecimento, muitas pessoas continuam n√£o cuidando de sua higiene bucal. Voc√™ j√° se perguntou por qu√™? A psicologia j√° fez esta pergunta, e diferentes modelos de compreens√£o de comportamentos de sa√ļde tem sido empregados na busca de respost


    Ler Mais
  • ALGUMAS RECOMENDA√á√ēES DE MANEJO COMPORTAMENTAL PARA ODONTOPEDIATRAS

    Autor: Mariana Amaralalgumas-recomendacoes-de-manejo-comportamental-para-odontopediatras

    Odontopediatras s√£o profissionais que t√™m como tarefa identificar e tratar problemas odontol√≥gicos em crian√ßas, bem como prevenir sua ocorr√™ncia futura e promover a sa√ļde bucal desta popula√ß√£o. Para isso enfrentam, em seu cotidiano, al√©m de quest√Ķes cl√≠nicas que lhes foram ensinadas ao longo de sua forma√ß√£o profissional, demandas que requerem conhecimentos e t√©cnicas comportamentais para lidarem com diferentes atitudes infantis que podem impedir ou dificultar a realiza√ß√£o dos procedimentos necess√°rios. Portanto, para realizarem tratamentos efetivos e de modo seguro, ci


    Ler Mais
  • MEDO DE DENTISTA? CONHE√áA OS TIPOS E DICAS DE MANEJO

    Autor: Mariana Amaralmedo-de-dentista?-conheca-os-tipos-e-dicas-de-manejo

    O medo de dentista √©, infelizmente, um relato comum. Estima-se que cerca de 50% da popula√ß√£o vai ao dentista com um grau desconfort√°vel de ansiedade. Tais sentimentos est√£o fortemente relacionados com problemas que est√£o inter-relacionados ‚Äď um paciente com medo vai pouco ao dentista, o que prejudica sua sa√ļde bucal. Quando procura atendimento, apresenta grandes n√≠veis de comprometimento, o que aumenta a dura√ß√£o e a complexidade do tratamento, tornando este um evento ainda mais estressor, e diminuindo assim a chance de visitas futuras ao dentista. Este √© um ciclo que deve ser inte


    Ler Mais